Visita a fábrica da Faber Castell

10 de julho, foi dia de conhecer a fábrica da Faber Castell, que fica na cidade do Prata, essa é a fabrica é responsável por produzir uma das suas principais matérias primas, a madeira, usada no Brasil e exportada para as fabricas da Faber Castell do mundo inteiro.
A Faber Castell tem mais 250 anos e já está na 6° geração. 












Visitamos também a "Floresta Sem Fim" sua plantação de 9,5 mil hectares da árvore da espécie Pinus Caribaea, foi um passeio cultural muito legal e curioso. 


Esse passeio cultural fiz juntamente com os alunos no do 4° ano do Colégio Batista. Obrigado Colégio Batista pelo convite, obrigado Thaise e  Silvania.


Antes de despedir, para aqueles que ainda não me conhece, te convido a visita o site do estúdio Hugo Criativo, sou Hugo Oliveira, um entusiasta pelo assunto criatividade, além de ilustrador, sou arte-educador e tenho o projeto “Desenha que melhora” que consiste num curso básico de história em quadrinhos (HQs) ministrado em formato de oficinas, em escolas, associações e instituições, que tem se tornado um belo trabalho devido as parecerias que geralmente são voltadas para o atendimento de crianças e adolescentes. Para saber mais o que é o projeto "Desenha que Melhora" clica aqui e saiba mais de como levar esse projeto para sua escola ou cidade.

Participe da nossa página no facebook.
Acompanhe pelo instragram. 



ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente)

E o tema da aula foi exatamente ilustrar o que toda criança e adolescente tem direito. Foi super bacana o resultado, essa foi mais uma daquelas aulas, conhecimento de forma lúdica! Aqui alguns desenhos que meus alunos da ONG Portal dos Sonhos realizaram! 13 de julho de 2018, comemora-se 28 anos do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).
“É dever da família, da comunidade, da sociedade em geral e do Poder Público assegurar, com absoluta prioridade, a efetivação dos direitos referentes à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao esporte, ao lazer,à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária”.

Toda criança tem direito a saúde. 




Toda criança tem direito a alimentação. 




Toda criança tem direito lazer. 



Toda criança tem direito a uma moradia. 




Toda criança tem direito a cultura. 






Toda criança tem direito a cultura, dançar Hip Hop é uma manifestação cultural! 
Essa umas das oficinas que se tem na ONG Portal dos Sonhos! Esse foi o desenho do meu aluno Edson - 13 anos, fez especialmente para o seu professor Danilo. Mandou super bem!  



Antes de despedir, para aqueles que ainda não me conhece, te convido a visita o site do estúdio Hugo Criativo, sou Hugo Oliveira, um entusiasta pelo assunto criatividade, além de ilustrador, sou arte-educador e tenho o projeto “Desenha que melhora” que consiste num curso básico de história em quadrinhos (HQs) ministrado em formato de oficinas, em escolas, associações e instituições, que tem se tornado um belo trabalho devido as parecerias que geralmente são voltadas para o atendimento de crianças e adolescentes. Para saber mais o que é o projeto "Desenha que Melhora" clica aqui e saiba mais de como levar esse projeto para sua escola ou cidade.

Participe da nossa página no facebook.
Acompanhe pelo instragram. 



Processo criativo: quais passos seguir e quais obstáculos evitar.


Seguir um processo criativo, muitas vezes, parece algo oposto ao pensamento que geralmente se tem sobre a criatividade em si. Muitos enxergam criatividade e inovação como algo inato e o processo criativo como algo subjetivo. 
Essa visão não poderia estar mais longe da verdade.

Para que se promova a inovação, é essencial que se desmistifique os passos que envolvem o processo criativo. Estimular a criatividade não só é possível para todo tipo de profissional, como é parte fundamental para solucionar problemas – inclusive, os organizacionais.

Pensando nisso, confira, neste artigo, quais são os caminhos e obstáculos que geram o processo criativo. Acompanhe a seguir.

O QUE É CRIATIVIDADE?

Antes de partirmos para os passos e obstáculos do processo criativo em si, é preciso definir o conceito de criatividade. Criatividade nada mais é do que realizar algo original com um objetivo em mente. Por isso, a origem de todo processo criativo está na busca em solucionar um problema. E, seja dentro ou fora do ambiente de trabalho, 50% a 60% de seu tempo será dedicado a isso.

Dado seu papel estratégico para gerar inovação e diferenciação e impulsionar o intraempreendedorismo nas empresas, conforme estudo, a criatividade é a competência número 1 para o século XXI.

Para que a criatividade surja, é preciso que o indivíduo tenha a curiosidade despertada para resolver alguma questão. Com esse gatilho inicial, é preciso ter uma estrutura para o que será feito. Muitas pessoas naturalmente criativas provavelmente nem notam, mas existe um método sendo seguido e hábitos que fazem com que ele flua.

Em um estudo envolvendo exames de ressonância magnética, neurocientistas descobriram que áreas cerebrais diferentes são ativadas pela criatividade humana. Quando pessoas eram perguntadas sobre o uso de diferentes objetos, o processo criativo passava pelas seguintes redes:

Rede de Modo Padrão: o “piloto automático” do cérebro, responsável pelas atividades mecânicas e repetitivas, que muitas vezes fazemos sem dedicar atenção ou maior foco.

Rede de Controle Executivo: rede ativada quando é preciso foco, controle e atenção sobre determinado pensamento.

Rede Saliente: a ponte entre as duas redes anteriores, conectando e alternando suas atividades.

Algo curioso sobre a forma com que o cérebro age em relação à criatividade é que as redes acima raramente conversam juntas. Afinal, como é possível estar prestando atenção em algo e não estar ao mesmo tempo? A resposta está justamente na forma como o processo criativo se dá.

Em um primeiro momento, necessitamos da Rede do Modo Padrão para agir automaticamente e ter ideias. Entretanto, é na Rede de Controle Executivo que as ideias são avaliadas, descartadas e refinadas. E essa comunicação não ocorreria sem a Rede Saliente, que permite que duas áreas opostas do cérebro entrem em ação ao mesmo tempo.

No processo criativo, isso se traduz nas seguintes ações:

Atenção: identificação de um problema ou uma oportunidade.

Fuga: pensamento “fora da caixa”, criando novas associações.

Movimento: exploração da imaginação, gerando novas ideias.

Nesse contexto, ter um planejamento das atividades necessárias para a inovação é um esforço voluntário. Agora que você conhece o funcionamento da criatividade, é hora de conhecer o caminho do processo criativo.

O PROCESSO CRIATIVO E SEUS PASSOS
Todas as pessoas têm potencial para exercer sua criatividade. O que a cultura de inovação faz é, justamente, oferecer todas as ferramentas e os incentivos para que o processo criativo possa fluir de forma orgânica e organizada.

Os passos do processo criativo são:

1. PREPARAÇÃO
Pode-se chamar a etapa de Preparação de “trabalho” em si. As atividades comuns e geralmente repetitivas são o primeiro passo. Muitas pessoas esquecem de considerar atividades mecânicas no processo criativo, quando elas são o embrião de tudo.

Um programador escrever um código ou um artista começar um esboço são exemplos desse primeiro passo.

2. INCUBAÇÃO
O momento em que as duas redes do seu cérebro se conectam. É o momento em que nasce uma ideia. Conexões são feitas, ideias são filtradas e outras novas surgem nesse processo.

Essa etapa costuma ser negativamente impactada pelas tarefas imediatas do cotidiano. Com tantas distrações e preocupações, o processo criativo acaba sendo interrompido nesse ponto.

3. ILUMINAÇÃO
O estalo que dá início à inovação do processo criativo. Aquela ideia que, muitas vezes, surge quando você menos espera.

Esse momento “eureca” é quando aquela ideia encubada toma forma e a implementação começa a se estruturar.

4. IMPLEMENTAÇÃO
Esse é o processo que as outras pessoas enxergam o profissional, de fato, realizando. É o texto ou a ilustração sendo feita. É o momento de avaliação e filtragem das ideias que desencadearão a criatividade em si.

Por ser o final da etapa, existe uma confusão justamente sobre a visão externa desse processo criativo. Muitos não reconhecem ou sequer sabem do caminho que foi realizado para se chegar aqui.

No caso de ambientes profissionais, isso pode significar prazos irreais ou que não levam em consideração o processo criativo completo. Profissionais autônomos, por um distanciamento desse ambiente, acabam sofrendo com essa falha de compreensão do processo criativo.

OS OBSTÁCULOS PARA O PROCESSO CRIATIVO
Durante o processo criativo, existem obstáculos. Como já vimos na etapa de Incubação, somos expostos diariamente a distrações que impedem que nossa criatividade se desenvolva de forma fluida. Algumas dessas principais barreiras são:

Falta de direcionamento: quando se tem o momento de iluminação, é preciso ter objetivos guiados. De preferência, escritos já com possíveis formas de como agir. A inovação surge quando se organizam esses insights de forma a solucionar problemas.

Medo de falhar: um grande obstáculo do processo criativo é o medo de falhar. Não se trata da falha em si, mas sim em antecipá-la. Quando se teme um resultado negativo, o processo criativo sofre, tornando-se ineficiente e, ironicamente, mais propenso às falhas que a pessoa teme que ocorram.

Medo de críticas: profissionais desejam ser aceitos pelos outros. Isso acaba gerando o medo em ter ideias rejeitadas e criticadas. Esse é um grande inimigo da criatividade, levando a escolhas que evitam a inovação, tentando se adequar a opções seguras e abaixo do esperado.

Manter-se na zona de conforto: às vezes, prezar pela consistência pode ser um obstáculo para o processo criativo. O medo de tentar algo novo acaba limitando o profissional e afastando-o de ser parte de um processo de inovação pleno.

Passividade: o pensamento criativo exige proatividade. Ele precisa estar em um ambiente que desafie o comum, a rotina. Sem que haja um desafio ou algo que estimule o colaborador, não há como a criatividade ser desenvolvida. Por isso, é preciso que se estimule o cérebro constantemente com novas informações e ideias.

Tentar justificar tudo: racionalizar questões, em si, é algo que todos fazemos. Afinal, é preciso compreender e traduzir para nosso contexto tudo que ocorre. Porém, fazer com que toda decisão seja acompanhada de seu “porque” pode ser prejudicial para o processo criativo. Ter uma justificativa pronta impede que o profissional possa melhorar criativamente em seu ambiente de trabalho.

CONSIDERAÇÕES FINAIS
A inovação é resultado de esforço consciente. Quando a criatividade deixa de ser encarada como algo subjetivo e o processo criativo é praticado, desenvolve-se uma cultura de inovação.

Nos passos descritos acima, é comum que as pessoas falhem justamente na preparação e incubação da ideia. Isso ocorre porque muitos colaboradores não sabem o que os motiva a ajudarem a empresa. Por isso, é preciso acabar com as barreiras que fazem a criatividade parecer perda de tempo ou um dom.

O processo criativo não existe de forma isolada. Para se preparar para o nascimento de uma ideia, é preciso um equilíbrio entre criação, absorção e associação. Conversar com outras pessoas interessadas no processo faz com que o processo se desenrole. Isso envolve, inclusive, gestores e diretores.

É preciso que o ambiente profissional não se torne um obstáculo para o processo criativo. Para isso, além de desmistificar a criatividade, é preciso que haja uma cultura de inovação plena, que ofereça aos colaboradores as ferramentas para que eles desenvolvam processos para a solução de problemas.

Como sua empresa promove a criatividade e o processo criativo de seus colaboradores? Conheça um pouco mais sobre a Economia Criativa e compartilhe sua experiência nos comentários. Até a próxima!


10 de julho é Dia da Pizza!

Ela é popstar entre os lanches, a comida preferida de muitas  pessoas, sucesso garantido ao redor do mundo e... está de parabéns! 10 de julho é Dia da Pizza!  
Aqui uma seleção de desenhos feito pelos meus alunos da ONG Portal dos Sonhos para comemorarmos essa data tão deliciosa e tão amada por todos especialmente pela criançada.  












Curiosidade:
O Dia da Pizza foi criado em 1985 pelo então secretário de turismo da época. Neste ano foi realizado em São Paulo um concurso estadual para escolher as 10 melhores receitas de pizzas de mussarela e margherita. Por conta do sucesso do evento ele escolheu a data de encerramento do evento para celebrar a pizza.




Antes de despedir, para aqueles que ainda não me conhece, te convido a visita o site do estúdio Hugo Criativo, sou Hugo Oliveira, um entusiasta pelo assunto criatividade, além de ilustrador, sou arte-educador e tenho o projeto “Desenha que melhora” que consiste num curso básico de história em quadrinhos (HQs) ministrado em formato de oficinas, em escolas, associações e instituições, que tem se tornado um belo trabalho devido as parecerias que geralmente são voltadas para o atendimento de crianças e adolescentes. Para saber mais o que é o projeto "Desenha que Melhora" clica aqui e saiba mais de como levar esse projeto para sua escola ou cidade.

Participe da nossa página no facebook.
Acompanhe pelo instragram. 







Desafio de férias.

Olá meus alunos, aqui vai um desafio top para vocês nessas férias! Desafios são um jeito legal (e que pode ser muito divertido) de exercitar e melhorar o seu desenho. O desafio da vez é "30 desenho em 30 dias" ou seja um desenho por dia, mas não é desenhar e pronto, tem que finalizar, colorir, deixar o desenho bacana...
Como funciona?
É super fácil! Durante 30 dias você irá seguir a "tabelinha" abaixo e desenhar cada item referente ao dia. Por exemplo: o primeiro desafio "Dia 1" fazer um desenho de você mesmo... esse é o seu primeiro desafio. 

Quando começa?
Não tem uma data específica para começar, é só escolher um dia e se comprometer a fazer um desenho por dia, como é para fazer um desenho por dia e são 30 desenhos, você mesmo pode marcar a data de quando começou e quando terminou, são 30 dias diretos, ou seja, também tem que desenhar aos sábados e domingos. 

Quem pode participar?
Todo mundo que estiver interessado. A proposta é que todos vocês meus alunos participem, quanto mais pessoas participando, mais divertido e criativo será! Chame seus primos, seus amigo todos podem participar.

Então é isso, aqui esta a lista dos desenhos que você vai fazer, lembre-se não comece o próximo desenho ser ter terminado o outro.  

Dia 1 – Você.
Dia 2 - Animal Favorito
Dia 3 - Comida
Dia 4 - Lugar favorito
Dia 5 - Melhor Amigo(a)
Dia 6 - Personagem favorito ( livro ou filme).
Dia 7 - Palavra Favorita.
Dia 8 – Seu sonho.
Dia 9 –  Cinco gatos em posições diferentes
Dia 10 – Um chocolate favorito
Dia 11 – Carros
Dia 12 - Uma recente vitória.
Dia 13 - Seu personagem de desenho animado predileto.
Dia 14 - Espaço Sideral
Dia 15 - Sua família.
Dia 16  - Algo que te inspire.
Dia 17 - Planta.
Dia 18 - Apenas um rascunho.
Dia 19 - Alguma coisa nova.
Dia 20 - Alguma coisa amarelo.  
Dia 21 - Alguma coisa que você quer.
Dia 22 - Alguma coisa que você sente falta.
Dia 23 - Alguma coisa que você precise.
Dia 24 - Um casal.
Dia 25 -  Seu quarto.
Dia 26 - Desenhar algo em 58 segundos
Dia 27 - Desenhe algo que você não é bom no desenho.
Dia 28 -
Dia 29 -
Dia 30 - A aula que você mais gosta

O bom dos desafios é que eles levam você a se esforçar para completar pelo menos um desenho por dia. Isso é um exercício importante para aprender a lidar com prazos, uma dificuldade comum principalmente para quem é muito perfeccionista e acha que o desenho nunca está bom o suficiente.

E esse desafio é bom para não enferrujar e assim manter o ritmo e prática, pois como sempre digo, quanto mais desenha melhor o desenho fica, então bom desafio para a todos e para vocês meus alunos quero ver pessoalmente todos os desenhos!!!

Bora lá então, boa criatividade e manda ver... 

Novas camisas para a seleção brasileira.

Em clima de copa do mundo, grande parte dos brasileiro vestem a camisa verde a amarela e mostram o orgulho de ser brasileiro. Então que tal então criar (desenhar) a nossa própria camisa, aquela camisa que você usaria no dia dos jogos do Brasil, ou melhor, que tal criar uma camisa que pudesse ser usada pela seleção brasileira!

Fiz essa atividade nas 3 ONGs que dou aula! Essas foram as camisas que meus alunos no instituto Politriz criaram. Entra em campo agora a criatividade!













Antes de despedir, para aqueles que ainda não me conhece, te convido a visita o site do estúdio Hugo Criativo, sou Hugo Oliveira, um entusiasta pelo assunto criatividade, além de ilustrador, sou arte-educador e tenho o projeto “Desenha que melhora” que consiste num curso básico de história em quadrinhos (HQs) ministrado em formato de oficinas, em escolas, associações e instituições, que tem se tornado um belo trabalho devido as parecerias que geralmente são voltadas para o atendimento de crianças e adolescentes. Para saber mais o que é o projeto "Desenha que Melhora" clica aqui e saiba mais de como levar esse projeto para sua escola ou cidade.

Participe da nossa página no facebook.
Acompanhe pelo instragram. 



6 lições da Copa do Mundo.

Quando falamos em futebol, logo vem à cabeça a emoção, a diversão, os amigos e a família reunida, com pipoca e muita alegria, esperando pelo aguardado grito de “Gooool”. Apesar de ser visto como um entretenimento, o esporte tem uma relação muito grande com a equipe de alta performance em uma empresa.



A primeira edição da Copa do Mundo da FIFA™ ocorreu em 1930 e, em sua trajetória, apresentou histórias marcantes e inspiradoras. Assim como as equipes de alta performance, as Seleções possuem muitas habilidades no diagnóstico e na resolução de conflitos para garantir o sucesso da organização.

Quer aprender 6 lições que a Copa do Mundo da FIFA™ pode trazer para ajudar a sua equipe de alta performance? Venha conosco, que contaremos tudo!

1. Perceba a capacidade de motivação, apesar das adversidades
Depois do fracasso da Seleção Brasileira na Copa do Mundo da FIFA™ de 2014, com a goleada de 7 a 1 sofrida contra a Alemanha — a pior derrota em 100 anos —, a imprensa e os torcedores estavam descrentes e com total falta de esperança para o Mundial seguinte. Contudo, isso foi transformado em motivação após Tite assumir o comando.

No ambiente de trabalho, isso também acontece: há dias em que o rendimento não é o melhor e as pessoas pensam que nada vai mudar. Por isso, as taxas de rotatividade e absenteísmo aumentam.

Porém, quando há a contratação de um líder que sabe transformar o setor em uma equipe de alta performance, tudo vira motivação e produtividade.

2. Tenha uma boa liderança
Quando falamos em Copa do Mundo da FIFA™, não há como esquecer o fracasso que foi a goleada mencionada anteriormente. Isso aconteceu por uma série de problemas de planejamento e táticos, além de deixar evidente a má organização e preparo do time.

Esse cenário caótico e repleto de erros de liderança acontece diariamente nas empresas: muitas vezes, há a contratação de líderes despreparados para a função e que não sabem conduzir da melhor maneira a equipe interna, gerando:

conflitos;
trabalho mal administrado;
equipe sem norte;
falta de metas;
rotatividade de funcionários;
prejuízo para a empresa.

3. Dê o exemplo com bons líderes
Dando sequência ao mesmo exemplo citado anteriormente: quando Tite assumiu a seleção brasileira, em 1 de agosto de 2016, reorganizou o time e, juntos, conquistaram nove vitórias em nove jogos, marcando 24 gols e sofrendo apenas dois. Com isso, os jogadores passaram a gostar e elogiar muito o trabalho do técnico.

Isso também acontece no ambiente organizacional: quando você tem um líder com a capacidade de motivar os funcionários, fazendo um planejamento de tudo o que está bom e o que precisa ser melhorado, e apresentando esses resultados para a equipe, os funcionários ficam engajados para fazer a diferença na empresa, mostrando resultados eficazes em sua rotina.

Essa motivação também gera um ambiente produtivo, harmonioso e saudável para trabalhar, pois o verdadeiro líder — assim como Tite — vê os talentos e prioriza a gestão de pessoas.

4. Esteja atento às tendências e novidades do setor
Tite fez diversos cursos na Europa para conhecer os estilos de jogos, a gestão e o planejamento. Essa experiência fez com que ele tivesse uma nova visão sobre como ser estrategista, comandando a sua equipe da melhor maneira possível.

Por isso, mesmo que a equipe de alta performance esteja desempenhando o seu papel com maestria, invista em cursos de aperfeiçoamento e treinamentos para os funcionários, e incentive-os na busca por novas ideias. Assim, eles continuam motivados e preparados para vencer os obstáculos que podem surgir.

5. Não se acomode com o sucesso
Antes do início da Copa do Mundo da FIFA™ de 2014, a Espanha era a favorita unânime. O time dominava o futebol mundial desde 2008, conquistando:

Eurocopa (2008);
Copa do Mundo da FIFA™ (2010);
Eurocopa (2012).
Contudo, os espanhóis começaram o torneio sendo atropelados pela Holanda, que venceu por 5 x 1. Depois, perderam para o Chile por 2 x 0 e precisaram se despedir da Copa do Mundo da FIFA™ ainda na fase de grupos.

Isso também acontece nas empresas: muitas vezes, as equipes se acomodam por atingir sempre as metas e lidar com a sua rotina. Quando surge uma tendência ou um problema com o qual não estão acostumados a lidar, acabam deixando a desejar. Com isso, a equipe não atinge os objetivos e faz com que a empresa não alcance os lucros almejados.

6. Promova o respeito e o entendimento das individualidades
Uma das histórias mais polêmicas na Copa do Mundo da FIFA™ de 2014 ocorreu no jogo entre Uruguai e Itália. Na primeira fase, as duas equipes precisavam vencer porque brigavam pela 2ª vaga do Grupo D. A tensão do jogo fez com que o craque uruguaio Luis Suárez desse uma mordida no ombro do zagueiro italiano Chiellini dentro da área.

Na ocasião, ele não recebeu cartão, mas a Fifa aplicou uma punição de quatro meses de afastamento do futebol — sendo suspenso por 10 jogos oficiais da Seleção.

No ambiente organizacional, muitas vezes, o clima está tão doentio que os funcionários brigam, ofendem-se e até mesmo partem para a violência. Para que isso não aconteça, é preciso promover um clima saudável para a equipe de alta performance, por meio de:

pesquisas de satisfação;
programas de integração;
eventos de confraternização;
brincadeiras, jogos e gincanas com a equipe.
Dessa maneira, as pessoas se conhecem melhor e podem conversar sobre outros assuntos que não estão relacionados diretamente ao trabalho, proporcionando um clima mais sereno e tranquilo.

A Copa do Mundo da FIFA™ veio para trazer esperança aos brasileiros: cada jogo é uma nova emoção, e há o entusiasmo e expectativa de conquistar o hexa.  No ambiente organizacional, isso não é diferente: a cada dia, é preciso de novas estratégias para conduzir a equipe de alta performance da melhor maneira rumo ao sucesso dos negócios.

Seleção dos novos jogadores - Copa 2018.

Chegou a #copa2018 e a seleção brasileira esta sendo bem representada com seus melhores craques,
e no clima da copa, meus alunos da ONG CCAU, desenharam uma seleção dos melhores jogadores para representar o Brasil em campo!

Essa é a pergunta feita para os alunos...

"Se fosse para você criar (desenhar) um time de futebol (a seleção brasileira), qual personagem você escalaria?"

Vale tudo, planta, animal, objeto...
A reposta tem que vim em forma de desenho...

Compartilho com vocês o resultado da atividade, apresento a todos os melhores jogadores, divertidos e inusitados! A Criatividade dessa garotada foi show de bola!

A BANDEIRA DO BRASIL é um jogador que entra em campo logo no começo de jogo,
esse foi o desenho da Anna Isa - 8 anos de idade. 




O PORCO ESPINHO, seria o goleiro, assim ele furaria a bola do adversário, foi o que respondeu e desenho a Emilly Araujo - 11 anos de idade! Show de bola essa resposta!


O VACA, também seria uma otima goleira ,
esse é desenho do Pedro Gustavo - 14 anos de idade. 


O SOL também seria escalado para a seleção, ele seria o "cara" porque ninguém poderia chegar perto dele. Foi o que desenho a Rislaine dos Santos - 12 anos de idade.




Tem também o FOGO, desenho feito pelo Rodrigo Berenicio. 


Já na agilidade nos temos o RAIO, desenho feito pelo Thiago Alves - 10 anos.  

E a ÁGUIA, desenho feito pelo Pedro - 10 anos.  



 Para arremessara bola para longe, a CATAPULTA foi escalada, 
desenho feito pelo Junio Martins - 13 anos


Olha que show ficou essa raposa do Kallebe, um garotinho de 7 anos.
Olha o recado que ele deixa no vídeo abaixo...








Na fanpage do Estúdio Hugo Criativo no facebook
você pode ver mais personagens, jogadores que foram escalados para a seleção brasileira...
Clica no link abaixo...   


Antes de despedir, para aqueles que ainda não me conhece, te convido a visita o site do estúdio Hugo Criativo, sou Hugo Oliveira, um entusiasta pelo assunto criatividade, além de ilustrador, sou arte-educador e tenho o projeto “Desenha que melhora” que consiste num curso básico de história em quadrinhos (HQs) ministrado em formato de oficinas, em escolas, associações e instituições, que tem se tornado um belo trabalho devido as parecerias que geralmente são voltadas para o atendimento de crianças e adolescentes. Para saber mais o que é o projeto "Desenha que Melhora" clica aqui e saiba mais de como levar esse projeto para sua escola ou cidade.

Participe da nossa página no facebook.
Acompanhe pelo instragram. 




Acompanhe também pelo Instagram

Comentar